Faleceu o ex-deputado federal Severino Cavalcanti

Faleceu o ex-deputado federal Severino Cavalcanti

Faleceu, nesta quarta-feira (15), no Recife, o ex-deputado Severino Cavalcanti, aos 89 anos. Ele estava filiado ao PP e é pai do ex-deputado estadual, Zé Maurício. A causa da morte não foi confirmada. Segundo informações preliminares, Cavalcanti faleceu durante a madrugada na sua residência no Recife.

O sepultamento deverá ocorrer ainda nesta quarta-feira (15) no Cemitério de São José, em João Alfredo, terra natal de Severino Cavalcanti. Em razão da pandemia, a cerimônia será restrita a familiares.

Em nota, o PP de Pernambuco lamentou a morte de Severino Cavalcanti e classificou o ex-deputado como “defensor da democracia”. Cavalcanti era presidente de honra do partido no estado. O presidente do PP de Pernambuco, deputado federal Eduardo da Fonte, assinou o comunicado.

TRAJETÓRIA

O primeiro cargo político ocupado por Severino Cavalcanti foi o de prefeito de João Alfredo, em 1964, aos 34 anos de idade. Ele foi alçado ao cargo no período em que era filiado à UDN (União Democrática Nacional).

Cavalcanti, em seguida, exerceu sete mandatos consecutivos de deputado estadual por Pernambuco, de 1967 a 1995. Na sequência, foi eleito deputado federal e passou por três mandatos na Câmara dos Deputados.

Em 2005, foi eleito para a presidência da Câmara dos Deputados. A eleição de Cavalcanti para o comando da Casa se deu em meio a um racha na base do governo Lula. Considerada menos expressiva, a candidatura de Severino saiu vitoriosa após divisões no PT e em outros partidos da base aliada do então presidente da República.

Após denúncias e acusações de corrupção, Cavalcanti renunciou à presidência da Câmara em setembro de 2005, mas permaneceu no mandato. 

Em 2006, ao disputar a reeleição para deputado federal, não se elegeu.

Após dois anos sem mandato, Severino assumiu a Prefeitura de João Alfredo, no Agreste de Pernambuco. O retorno ao comando do Executivo da terra natal ocorreu após vitória na eleição municipal de 2008. Foi a segunda vez que ele exerceu o cargo de prefeito da cidade.

Em 2012, a candidatura à reeleição foi barrada pela Lei da Ficha Limpa. Severino, então, lançou a então vice Anna Mendes à sucessão, mas ela não foi eleita. Quem venceu foi a atual prefeita maria Sebastiana, que ainda é a prefeita da cidade, pois foi reeleita em 2016.

FONTE: Jamildo, blog do

Postar um comentário

0 Comentários